Queremos paz e não armas

O submundo do tráfico de armas alimenta a extrema direita racista e homofóbica, no mundo inteiro!!! Alimenta também jovens depressivos e com mentes doentias, criando seitas que se reúnem anonimamente na internet sombria, e que disputam quem mata mais e chama mais atenção.

O Século XXI veio para testar nossa resiliência e reforçar a minha tese de que o mundo está sendo conduzido pelo Estado paralelo do crime organizado do tráfico de armas e drogas. Muita grana em jogo!

É certo que sempre tivemos a presença do homem com índole má, na sociedade. Mas, estamos “fabricando” mais, muito mais!!!

Supremacistas brancos, que atacaram hoje duas mesquitas, na Nova Zelândia (matando 50 e ferindo 48 muçulmanos), homenagearam o depressivo e alcoólatra poeta galês Dylan Thomas, o terrorista de extrema direita norueguesa, que matou 77 pessoas e feriu mais 51, em 22/07/2011) e o supremacista branco americano Dylan Roof, que executou o massacre em uma igreja da comunidade negra de Charleston, EUA, matando oito negros.

Queremos paz e não armas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *